Óleos Essenciais e a aromaterapia – como podem ajudar?


Óleos Essenciais

Óleos essenciais são compostos aromáticos voláteis altamente complexos, que são extraídos de plantas aromáticas por diferentes processos – compressão de frutos, extração com o uso de solventes ou destilação – e são a base da Aromaterapia, uma técnica nascida na França.

A palavra Aromaterapia vem dos termos gregos “aroma”, que significa odor agradável e “therapeia”, que significa tratamento, sendo de acordo com a sua origem, um “tratamento através de odores agradáveis”.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Aromatologia (IBRA), a Aromaterapia se dividiu em dois grandes sistemas – a Aromaterapia Inglesa, que foca no emprego dos óleos essenciais em massagens, inalações e tratamentos estéticos, visando o bem-estar; e a Aromaterapia Francesa, a qual envolve os métodos utilizados pela inglesa, mas também emprega clinicamente os óleos essenciais. Apesar de no Brasil ser mais difundida a Inglesa, busca-se cada vez mais a sua implementação em uma abordagem mais clínica e no ramo da fitoterapia.

PARA QUE SEREVEM OS ÓLEOS ESSENCIAIS

Normalmente os óleos essenciais são utilizados para o aumento da saúde e do bem-estar, alívio de dores e fortalecimento do corpo, aliás, um mesmo óleo essencial pode servir para diferentes finalidades, tendo em vista a sua composição complexa.

Eles podem ser utilizados de diferentes formas terapêuticas, dependendo do que se quer tratar, melhorar e também de acordo com o estilo de vida de cada pessoa. Entre as maneiras de uso se destacam a inalação, evaporização, vaporização, sprays, massagens, banhos, escalda pés e em aromatizadores / difusores de ambientes. Normalmente, os óleos essenciais devem ser diluídos em óleo vegetal para a aplicação na pele.

É importante ressaltar que os óleos essenciais são bem diferentes das essências – que podem ser definidas como produtos sintéticos normalmente desprovidos de ações terapêuticas, e que são utilizados apenas pelo cheiro agradável, principalmente em produtos de limpeza e alguns cosméticos.

Antes de iniciar o uso de um óleo essencial, verifique a sua procedência e qualidade, além de seguir as orientações de um profissional de saúde habilitado.

CONHEÇA ALGUNS ÓLEOS QUE FAZEM SUCESSO

Existe uma grande variedade de óleos essenciais. Conheça a seguir alguns dos mais utilizados.

Aproveite para conferir a seção de óleos essenciais da Anagallis.

ÓLEO ESSENCIAL DE LAVANDA

O Óleo Essencial de Lavanda é um dos mais versáteis da aromaterapia, valorizado por suas propriedades terapêuticas, como ação analgésica, antibiótica, bactericida, fungicida, anti-inflamatória, antidepressiva e relaxante.

Na aromaterapia é frequentemente indicado para a redução do estresse, ansiedade, depressão e insônia, melhorando a sensação de aconchego, a harmonia e a qualidade do sono.

Além de seu efeito calmante, pesquisas apontam que o óleo de lavanda também pode ser benéfico no tratamento de lesões e queimaduras na pele, por atuar como antisséptico, cicatrizante e regenerador dos tecidos.

ÓLEO ESSENCIAL DE MELALEUCA (TEA TREE)

O óleo essencial de melaleuca possui diversas propriedades benéficas, por isso é conhecido como um óleo funcional – é antisséptico, anti-inflamatório, antifúngico, cicatrizante e antiviral.

Estudos demonstram que o óleo de melaleuca é uma excelente alternativa natural para cuidar da pele e cabelos, auxiliando na cicatrização de lesões, erupções e irritações cutâneas, além de ajudar no tratamento da acne, herpes e pé de atleta. No caso dos cabelos, ele é um grande aliado no controle da caspa.

ÓLEO ESSENCIAL DE HORTELÃ-PIMENTA

O óleo essencial de hortelã-pimenta é utilizado para aplicações cosméticas – no clareamento de manchas cutâneas, crescimento capilar e redução da celulite, sendo uma ótima alternativa para massagens estéticas. Também é utilizado no campo emocional, com a finalidade de expandir os pensamentos, refrescar, revigorar a mente, aumentar a concentração e melhorar o ânimo.

Confira nossas novidades e promoções.

ÓLEO ESSENCIAL DE ALECRIM

O óleo essencial de alecrim estimula a memória e a motivação, proporcionando energia e vitalidade. Também é muito utilizado para fins estéticos, reduzindo a queda capilar e estimulando o crescimento dos cabelos, atenuando a celulite a partir de técnicas de massagem corporal, e controlando a oleosidade da pele facial.

ÓLEO ESSENCIAL DE GERÂNIO

O óleo essencial de gerânio tem suas funções terapêuticas voltadas às mulheres, atenuando os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM) e da menopausa.

Na pele atua no equilíbrio, revitaliza, trata linhas de expressão e rugas.

É excelente também para o campo emocional, atuando diretamente no sistema límbico, proporcionando relaxamento, transformando o estado de depressão, tensão nervosa, agitação e nervosismo.

ÓLEO ESSENCIAL DE YLANG YLANG

O Ylang Ylang pertence à família da graviola e da fruta-do-conde. É nativa de Madagascar e o óleo extraído das suas flores possui um aroma floral exuberante, sendo muito utilizado em perfumarias. Sobre suas propriedades terapêuticas, destacam-se – efeito antidepressivo, hipotensor, tônico sexual, calmante e antiespasmódico.

ATENÇÃO – este conteúdo possui fins informativos. Antes de iniciar o uso dos óleos essenciais consulte sempre um profissional de saúde habilitado e as orientações do rótulo do produto.

 

 

Fontes consultadas: Instituto Brasileiro de Aromatologia (IBRA) | Associação Brasileira de Medicina Complementar | Instituto Brasileiro de Aromatologia.

Deixe seu comentário.
Comentários
14/05/2022 21:41
Boa noite qual valor desses óleos?