O que é homeopatia e como funciona

Com certeza você já ouviu falar sobre a homeopatia, já utilizou o método ou conhece alguém que é adepto, mas talvez tenha muitas dúvidas sobre o que é, como funciona e qual é a diferença em relação a outros métodos naturais. Essas questões são cada vez mais comuns, e vamos esclarecê-las neste artigo. Confira!

Afinal, o que é homeopatia?

A homeopatia é um método terapêutico considerado natural e holístico, de acordo com a Associação Médica Homeopática Brasileira. Natural porque os medicamentos são produzidos com substâncias de origem animal, mineral e vegetal, e holístico porque considera o ser humano em sua completude, buscando o restabelecimento do equilíbrio do corpo e não apenas a cura da doença isolada. O sistema foi criado por Samuel Hahnemann, no final do século 18, e atualmente é considerado o segundo método de tratamento de doenças mais utilizado em todo planeta, com cerca de 200 milhões de usuários em todo o mundo.

A cura pelo semelhante

A cura pelo semelhante é a teoria que embasa o desenvolvimento da homeopatia. Substâncias diluídas em pequeníssimas doses são indicadas no tratamento dos sintomas das mesmas doenças que poderiam causar, se utilizadas em doses altas. 

A medicina tradicional também aplica esse princípio algumas vezes, como no caso de pequenas doses de pólen, substância considerada alérgena, utilizadas justamente para dessensibilizar pessoas alérgicas. Porém no caso da homeopatia, as dosagens são diluídas de forma a não provocarem efeitos colaterais, sendo uma alternativa muito segura.

Na homeopatia a enfermidade é encarada como um desequilíbrio da energia vital, se manifestando por meio de sinais e sintomas, e as lesões nos órgãos são vistas como resultados de desequilíbrios interiores. A cura dessa enfermidade é o restabelecimento da saúde, melhora dos sintomas e o aumento da sensação subjetiva de bem-estar.

Indicações da homeopatia

A homeopatia é um método que trata o indivíduo por completo, podendo ser utilizada por qualquer pessoa, desde bebês a idosos, auxiliando no tratamento de qualquer condição clínica, incluindo problemas emocionais.

Pode ser indicada em casos crônicos, em um tratamento complementar mais longo, mas o ideal é que ela seja buscada no início de um desequilíbrio ou até mesmo na sua prevenção.

Conheça os produtos homeopáticos da Anagallis: https://www.farmaciaanagallis.com.br/homeopaticos

A homeopatia e a ciência

Os medicamentos homeopáticos foram estudados largamente ao longo dos anos, em vários países, tendo em vista verificar a sua eficácia nas mais diferentes condições, sendo baseados em dados cientificamente experimentados.

A homeopatia é reconhecida desde 1980 pelo Conselho Federal de Medicina (Resolução CFM 1000/80).

Para não confundir!

Conforme comentamos no início deste artigo, talvez você já tenha até utilizado um medicamento homeopático, sem saber ao certo que ele seguia esse método. É muito comum a confusão entre os medicamentos homeopáticos, fitoterápicos e florais. Mas qual é a diferença então? Embora sejam todos naturais, enquanto os medicamentos homeopáticos utilizam substâncias diluídas de origem vegetal, mineral ou animal, seguindo a lei do semelhante, os fitoterápicos são produzidos a partir das partes das plantas, como flores, caule, folhas e frutos, que possuam algum efeito medicinal, e os florais são produzidos a partir das essências de plantas e flores, indicados para auxiliarem no reequilíbrio das energias e melhora do estado emocional do indivíduo. Ou seja, são muito diferentes um do outro.

Aqui na Anagallis você encontra uma linha completa de produtos homeopáticos. Envie a sua receita para nós: https://www.farmaciaanagallis.com.br/enviar-receita

 

Fontes Consultadas

Associação Médica Homeopática Brasileira | Ministério da Saúde


Deixe seu comentário.